Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

...RAIOS DE SOL

Assuntos do quotidiano, amor, família, amigos e várias experiências de vida. Fica por aqui ;)

...RAIOS DE SOL

Assuntos do quotidiano, amor, família, amigos e várias experiências de vida. Fica por aqui ;)

28
Fev21

Terras encantadoras da beira baixa

CÉLIA

Olá BOM DIA !!!!

 

Hoje é dia de desafio "Sonhamos ir por aí" feito pelo Costos por contar da Cristina Aveiro.

 

Terras encantadoras da beira baixa

 

 

Desde muita tenra idade tenho um lugar especial, a terra da minha avó na zona de Oleiros, Madeirã. Fica na beira baixa perto da Sertã. Foi lá que fiz muitas amizades, me divertia até mais não. O lugar é de campo. Antes dos incêndios tinha muitos pinheiros e eucaliptos. Dizem-me que já nasceu muita florestação entretanto mas desde 2019 que não vou lá. A última vez que lá fui, foi para o funeral da minha avó. 

A casinha da minha avó no meio do campo tem uma vizinha junto à casa. Depois é só campo. A povoação fica mais ou menos a 1 quilometro de distância. É um sítio místico, mágico que encanta. Quem lá vai, adora.

Para quem não conhece a zona de Oleiros, Sertã temos o famoso maranho e o cabrito estonado que fazem as delícias dos turistas. Temos os arraiais das festas em cada povoação na altura do Verão. É ver o pessoal de Lisboa todo no Verão nas festas das aldeias. Quem gosta muito do campo adora e temos o rio Zêzere que fornece a água para Lisboa. Temos um Hotel muito bom em Oleiros e outro em Pedrógão Pequeno. Hotel Santa Margarida em Oleiros e o Hotel da Montanha em Pedrogão Pequeno.

Tenho para vos contar a vida da minha avó nesta aldeia que foi para lá viver quando casou. Veio da Amoreira, uma aldeia perto dali que pertence a Pampilhosa da Serra e assim viveu até aos 90 anos na aldeia da Madeirã. 

Minha avó era uma mulher de trabalho, com muita força apesar de baixinha e muito magrinha. Trabalhou muito no campo e não sabia ler nem escrever. Sabia fazer os trocos de dinheiro, conhecia bem o dinheiro apesar de não ter ido à escola. Fazia muitos bolos e cozinhados pois ia muita gente a casa dela para fazer os pães, bolos e assados no forno a lenha. Foi uma mulher sempre muito poupada, ia sempre à missa ao Domingo e ia aos funerais todos. Dizia ela que ia aos funerais para que quando morresse fossem também ao seu. Minha avó era esperta, gostava muito de conversar, tinha muitas amigas velhinhas como ela e também outras mais novas. Dava-se bem com toda a gente.

A última vontade dela era  que lhe colocassem flores no seu funeral e assim fizemos, teve várias coroas de flores  Morreu aos 100 anos muito velhinha e querida por todos.

 

serta.jpg

 

12 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

foto do autor

Blogs Portugal

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Arquivo

    1. 2021
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2016
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D

Desafio Caixa de Lápis de Cor