Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

...RAIOS DE SOL

Assuntos do quotidiano, amor, família, amigos e várias experiências de vida. Fica por aqui ;)

...RAIOS DE SOL

Assuntos do quotidiano, amor, família, amigos e várias experiências de vida. Fica por aqui ;)

30
Jul18

Uma escolha mal pensada

CÉLIA

Há coisas que fazemos na vida que não há volta a dar. Tenho uma casa há 16 anos que não se consegue vender, é um peso no orçamento todos os meses e por isso sou obrigada a alugar. Arranjei este problema e não consigo me ver livre disto. Revolta-me, porque fui enganada, era muito nova quando comprei e não pensei bem. Antigamente tudo se comprava e vendia mas agora já não é assim. Já ouvi muitas histórias de pessoas também com este tipo de problemas, ou porque não conseguem pagar, ou não conseguem vender.

Sempre pensei que um dia vendia a casa porque apenas queria começar a minha vida para um dia mais tarde mudar-me e afinal correu tudo mal. Depois ouvimos coisas do tipo, queremos as coisas e depois não pensamos nas consequências. Na vida, eu sempre fui cuidadosa, tanto que até hoje, nunca tive um carro só meu. Nunca tive qualquer hipótese de ter um carro e também nunca quiz conduzir. Quem conduz é o marido que sempre teve carro e hoje em dia temos um carrito velho de 2002 que dá para as nossas voltinhas. 

Não sei o que vai acontecer à casa, se consigo ou não vender, entretanto vai se alugando e tento esquecer esta pedra no sapato.

28
Mai18

Vida de um apartamento

CÉLIA

Já gostei muito da minha casa mas agora já não estou satisfeita com muita coisa. Desde o mobiliário até hás humidades dos quartos  e a vizinhança. Já aqui vivo há 12 anos e estou farta de encontrar tanta humidade nos quartos, má vizinhança e para completar, tenho alguns móveis a precisar de reforma.

Gostava muito de mudar de vida mas infelizmente não posso mudar de casa pois isso implica uma renda mais cara e pagar mais ao banco.

Sinceramente, em termos de casas, o que vejo pela internet não me agrada, são muito caras e parecem bem piores que a minha. Gostava muito de ter uma vivenda mas isso é impossível, são caríssimas e os apartamentos deixam muito a desejar. O ideal era eu ter a possibilidade de construir mas como já referi, é impossível, não tenho meios para isso.

Tenho de me resignar e aceitar mas estou tão farta, não me sinto feliz aqui. Tenho dois quartos sempre cheios de humidade, roupas que se estragam e depois esta gente do prédio são impossíveis.

Só peço por favor que um dia eu possa ir para outro lugar.

 

10
Fev18

A casinha e a casa grande

CÉLIA

Hoje fui à minha casa de solteira, o meu t1. Fui buscar tralhas que tenho ainda no apartamento e na arrecadação.

Falei com uma vizinha minha que encontrei nas escadas e ela disse-me que outra vizinha que tinha a casa à venda como eu não conseguia vendê-la. Eu sei o que se passa, o local tem poucos transportes e pouco comércio e serviços. Outra coisa muito importante é que a minha casa é um quarto andar sem elevador :(

Tenho a casa à venda há 6 meses e nada de visitas. Lá vou ter que alugar outra vez. 

Espero bem ter sorte com os inquilinos. De todos os que já estiveram na minha casa só houve 2 que escaparam, o resto só me arranjaram problemas.

Como eu estava a contar-vos das tralhas que ainda tenho na casa, neste momento já tenho o apartamento vazio, falta-me trazer ainda uma remessa de tralhas da arrecadação. 

Deu-me tanto trabalho fazer a mudança da casa em 2016, que fui trazendo as coisitas às mijinhas. 

Esta história da mudança de casa tem muito que se diga.

Foi em Fevereiro 2016 que eu meti na cabeça que devia vender a minha casa onde estava a habitar (t3) para me mudar para o tal t1. Foi a maior loucura, mas lá fui, e está claro que não cabiam as coisas na casa pois passei duma casa com 100 m2 para uma de 50 m2.  Mas aqui a doidinha meteu na cabeça que devia vender a casa grande e contentar-se com o pequeno t1. Assim supostamente reduzia as despesas e tinha uma vida mais desafogada. Outra coisa que me levou a mudar de casa foi a vizinhança....que nem vos conto que é demais....

Pois o que é que aconteceu perguntam vocês? Fartei-me da casa, sentia-me num buraco sem respirar. A casa estava cheia de móveis e outras tralhas que mal me mexia naquele t1. O que fizemos nós, voltámos para o t3 no final de 2016.

Com esta brincadeira gastei um dinheirão com empresas de mudanças e ainda tive de andar a acartar cima a baixo de um quarto andar, tralhas e mais tralhas para pagar menos nas carrinhas de mudança. Assim, em Dezembro de 2016, levei a maioria das coisas que tinha em casa no carro e no dia de ir lá a carrinha da mudança foi só transportar móveis e electrodomésticos.

 

Mas cá estamos nós de volta à casinha grande e já passou mais de um ano. Esta casa realmente é muito boa, tem muito mais espaço e a minha sala tem sol todo o santo dia, coisa que não acontece na outra. 

 

Prontos deixo-vos com mais uma aventura meia maluca,

Tenham um bom fim de semana.

 

 

Beijinhos

30
Set16

LAR DOCE LAR

CÉLIA

Gostava tanto de viver no campo. A sério que gostava imenso de sair da cidade e viver no campo com um terreno perto de casa, com árvores de frutos, flores, couves, alfaces, morangos,... as minhas gatas perto de mim, ...

...  era maravilhoso mas não é possivel. Enfim, vivo em apartamento pequeno mas tem duas varandas, chato é que vivo num 4º andar sem elevador. É mau subir todas aquelas escadas todos os dias, já cai uma vez nas escadas quando estavam a limpá-las. Fiquei toda negra numa perna mas curei-me.

 

Agora estou a ver que vou ter de mudar-me de casa para a outra casa que tenho e é um pouco maior. Essa casa tem elevador e é mais espaçosa. As minhas coisas não dão para arrumar todas no pequeno apartamento onde estou, porque é demasiado pequeno. 

 

Tenho de limpar a minha casa para onde vou no futuro e tenho de pintá-la. Já tenho saudades do grande apartamento onde vivi muitos anos. 

Mais sobre mim

foto do autor

Blogs Portugal

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Arquivo

    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2016
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D