Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

...RAIOS DE SOL

Assuntos do quotidiano, amor, família, amigos e várias experiências de vida. Fica por aqui ;)

...RAIOS DE SOL

Assuntos do quotidiano, amor, família, amigos e várias experiências de vida. Fica por aqui ;)

10
Fev18

A casinha e a casa grande

CÉLIA

Hoje fui à minha casa de solteira, o meu t1. Fui buscar tralhas que tenho ainda no apartamento e na arrecadação.

Falei com uma vizinha minha que encontrei nas escadas e ela disse-me que outra vizinha que tinha a casa à venda como eu não conseguia vendê-la. Eu sei o que se passa, o local tem poucos transportes e pouco comércio e serviços. Outra coisa muito importante é que a minha casa é um quarto andar sem elevador :(

Tenho a casa à venda há 6 meses e nada de visitas. Lá vou ter que alugar outra vez. 

Espero bem ter sorte com os inquilinos. De todos os que já estiveram na minha casa só houve 2 que escaparam, o resto só me arranjaram problemas.

Como eu estava a contar-vos das tralhas que ainda tenho na casa, neste momento já tenho o apartamento vazio, falta-me trazer ainda uma remessa de tralhas da arrecadação. 

Deu-me tanto trabalho fazer a mudança da casa em 2016, que fui trazendo as coisitas às mijinhas. 

Esta história da mudança de casa tem muito que se diga.

Foi em Fevereiro 2016 que eu meti na cabeça que devia vender a minha casa onde estava a habitar (t3) para me mudar para o tal t1. Foi a maior loucura, mas lá fui, e está claro que não cabiam as coisas na casa pois passei duma casa com 100 m2 para uma de 50 m2.  Mas aqui a doidinha meteu na cabeça que devia vender a casa grande e contentar-se com o pequeno t1. Assim supostamente reduzia as despesas e tinha uma vida mais desafogada. Outra coisa que me levou a mudar de casa foi a vizinhança....que nem vos conto que é demais....

Pois o que é que aconteceu perguntam vocês? Fartei-me da casa, sentia-me num buraco sem respirar. A casa estava cheia de móveis e outras tralhas que mal me mexia naquele t1. O que fizemos nós, voltámos para o t3 no final de 2016.

Com esta brincadeira gastei um dinheirão com empresas de mudanças e ainda tive de andar a acartar cima a baixo de um quarto andar, tralhas e mais tralhas para pagar menos nas carrinhas de mudança. Assim, em Dezembro de 2016, levei a maioria das coisas que tinha em casa no carro e no dia de ir lá a carrinha da mudança foi só transportar móveis e electrodomésticos.

 

Mas cá estamos nós de volta à casinha grande e já passou mais de um ano. Esta casa realmente é muito boa, tem muito mais espaço e a minha sala tem sol todo o santo dia, coisa que não acontece na outra. 

 

Prontos deixo-vos com mais uma aventura meia maluca,

Tenham um bom fim de semana.

 

 

Beijinhos

6 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Arquivo

    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2016
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D