Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Assuntos do quotidiano, amor, família, amigos e várias experiências de vida. Fica por aqui ;)

Desejos de Natal

Bom dia!!!

Hoje é dia de publicar um conto de Natal que encaminho para o blog da Isabel  Aqui

Como sabem já há dois livros de contos de Natal das pessoas aqui da blogosfera. Se quiserem participar leiam o blog da Isabel ns últimos posts.

Então aqui vos deixo um miminho para este Natal

 

 

Desejos de Natal

Tenho uma história para vos contar de dois ratos e um miau. Um dos ratos, chamado Pirata fez uma viagem até ao campo, para ter com seu primo Ratolas. Pelo caminho teve muitas aventuras pois já não se lembrava muito bem do caminho e foi dar a uma terra chamada Favo de Mel. 

Já na aldeia de Favo de Mel, havia um gato muito astuto que não parou de fazer a vida negra ao Pirata. Perseguia-o  por todo o lado e então foi difícil o rato chegar ao seu destino. Vejam só bem que o maroto do gato, foi atrás do Pirata até a terra do Ratolas.  

Quando os dois ratos se encontraram fizeram um banquete e adormeceram os dois, nas redes do esconderijo do Ratolas.  

O esperto do gato que se chamava Faísca estava deserto para os apanhar e comer. Assim, ficou calmamente num sítio da casa grande, à espera pelos ratitos que ainda dormiam no esconderijo.

Entretanto, faziam-se os preparativos de Natal naquela noite, as comidas, a árvore, as fitas, as luzinhas...O Ratolas como queria passar uma noite bem descansada e topou, onde estava o gato, chamou o Pirata para o quarto da empregada da casa. Aí, havia   um cão muito bom para os defender de todos os bichos que os queriam apanhar.  O cão gostava muito do Ratolas, eram muito amigos. 

Quando o gato descobriu onde estavam os ratos, foi pata ante pata até ao quarto da empregada e teve uma surpresa tão grande quando o cão lhe saltou na espinha. 

O cão chamava-se Rex e ao saltar para cima do gato, pregou-lhe um susto tão grande que este, fugiu e não voltou mais. Os ratitos passaram o Natal na companhia do Rex e comeram que se fartaram, a empregada deu ao Rex umas salsichas, pão e chouriço. Todos comeram e pela noite dentro, pareceu que viram o pai Natal a entrar pela chaminé. Já passava da meia noite. Vinha um bocado atrasado, mas deixou os presentes para todos. 

Naquela noite viram umas estrelas cadentes e pediram ao mesmo tempo, que o gato Faísca não voltasse mais. De repente uma estrela veio do céu e caiu perto dos ratinhos. A estrela era uma luz brilhante redonda que seguia os ratinhos junto ao chão. Decidiram pedir à estrela para os acompanhar e qual não foi o espanto que a estrela falou aos ratinhos a cantar, para que eles pedissem três desejos.  

Que maravilha!!!  

Disse o ratinho Pirata. 

-Devo estar a sonhar.

Disse o outro ratinho, Ratolas. 

O Pirata pediu dois desejos e o Ratolas só pediu um. Como a estrela quis ser justa disse que um dos desejos tinha de ser dos dois. 

-Aiiiii... então desejo ter saúde para mim e o Pirata.

Disse o Ratolas. 

O Pirata não ficou muito satisfeito, mas acabou por concordar.  

A estrela então perguntou em segredo a cada um, o outro desejo. Adivinhem lá o que o Pirata pediu? 

O Pirata, ficou numa ilha deserta paradisíaca, sem ninguém para conversar mas com muita saúde. 

O Ratolas pediu para que houvesse paz no mundo. Assim, ficou com muita saúde e rodeado de amor, carinho e paz.  

Muitos anos mais tarde a estrela, que tinha pena do Pirata, lá lhe concedeu um outro desejo de voltar para junto do primo Ratolas e ficaram juntos com toda a restante família, até serem muito velhinhos.