Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

...RAIOS DE SOL

Assuntos do quotidiano, amor, família, amigos e várias experiências de vida. Fica por aqui ;)

...RAIOS DE SOL

Assuntos do quotidiano, amor, família, amigos e várias experiências de vida. Fica por aqui ;)

31
Out18

Amor

CÉLIA

Desafio de escrita Outubro

Dia 31

 

AMOR

 

Descobrir o amor ou encontrar o amor. Ele surge e arrebata o nosso coração. Por vezes sofremos e sofremos mas ninguém é feliz sem amar. 

Esse sentimento de adoração por alguém que nos invade pode ser amor de mãe, de pai, de filhos, de irmão, de homem ou de mulher. Mexe connosco na nossa alma, no nosso coração.

A vida sem amor é viver sem sabor, precisamos amar e ser amados. Viver com alegria no coração, é amar a vida, valorizar o que se tem. Acredito que mesmo alguém sozinho pode ser feliz amando a vida e tudo o que isso implica. Há sempre formas de amar algo, uma profissão, uma rotina, alguém, animais, natureza... 

Se tivermos capacidade de amar, podemos ser felizes e a capacidade de amar nem todos tem, infelizmente...

mas também acho que se pode aprender a amar.

Ser feliz é isso, sentir o amor e vive-lo. 

A vida por vezes é dura, quebra-nos em mil pedaços, pode tornar-nos rudes. E essa dureza faz-nos infelizes, perdemos a confiança, perdemos o amor pela vida. 

Assim, precisamos muito que a própria vida nos mostre que vale a pena continuar a amar e isso pode acontecer, são pequenos milagres que nos fazem viver de novo com coragem, alegria, com AMOR.

 

30
Out18

Almeirim, o Toucinho

CÉLIA

Meus queridos amigos fui ontem a Almeirim, ao restaurante o Toucinho.

Que maravilha!!!!

Comemos sopa da pedra, pãozinho maravilhoso, febra com batata frita e arroz, um belo pudim de ovos e para terminar a refeição, o belo do cafézinho.

Isto tudo para 3 pessoas foi cerca de 37 euros. 

Ficámos muito satisfeitos, de barriga cheia.

Meus amigos aconselho mesmo a visitarem, uma verdadeira delícia.

 

30
Out18

Prémio

CÉLIA

Desafio de escrita Outubro

Dia 30

PRÉMIO

 

Temos que nos valorizar, e porque não premiarmos-nos pelas coisas boas que fazemos e pelo que nós somos.

Alcançar metas e objectivos pode ter direito a um prémio. Fazermos algo que gostamos  ou comprar algo que nos faça sentir bem.

Então valorize-se e ofereça algo a si próprio.

29
Out18

Café

CÉLIA

Desafio de escrita Outubro

Dia 29

CAFÉ

 

Sabor do café é bom, agradável, desperta os sentidos. 

Há tanto tipo de café, tantos sabores diferentes e sabe tão bem começar o dia com uma xicara de café.

Eu gosto muito de café nespresso, experimento vários tipos diferentes desde café de cafeteira a outras marcas como a Nicola mas o meu preferido continua a ser a nespresso.

Já lá vão muitos anos que comprei a minha primeira máquina de café nespresso, entretanto já tenho outra. 

Gosto de ir à loja comprar o café, apesar de os funcionários tentarem sempre vender mais do que queremos comprar com as promoções que fazem.

Não estou a ser paga para falar da nespresso, simplesmente acho realmente um excelente café.

29
Out18

Lua

CÉLIA

Desafio de escrita Outubro

Dia 28

LUA

 

Noites quentes de Verão, noites de luar. 

Passeios à beira-mar,

andar de mão dada,

sentir a maresia e olhar a lua,

enterrar os pés na areia e sentir as ondas do mar.

Momentos de amor ao sabor da maresia.

Noites boas, noites quentes e deliciosas.

São momentos, noites de luar

noites de amor.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

29
Out18

Fogo

CÉLIA

Desafio de escrita Outubro

Dia 27

FOGO

 

Era no Natal que acendi-amos sempre a lareira. Íamos para a terra dos meus avós e tínhamos sempre o fogo aceso.

Lugares gelados, sentíamos o frio até aos ossos, aquecíamos na lareira acesa antes de ir para cama e quando nos deitava-mos, parecia que a roupa da cama estava molhada de tão fria e gelada.

Já nem sei quando deixámos de ir passar o Natal com os meus avós, devia ter um vinte e tal anos. 

Só gostava mesmo era de estar na lareira quente porque de resto era terrível passar tanto frio. 

Já não sou muito ligada ao Natal, acho que é um dia de muitos gastos, demasiada comida e muito trabalho.

O Natal e o Ano Novo é bom para os comerciantes, para as empresas. Se o mundo fosse realmente um lugar melhor, isso sim era de louvar mas não. 

Chamem-me o que quiserem mas quando vamos envelhecendo o mundo parece-nos podre, cada vez pior e não devia ser assim. Quando somos crianças não nos apercebemos nem de metade do que se passa à nossa volta porque somos inocentes e essa inocência depois de perdida é triste.

Gostava muito que as pessoas fossem mesmo boas, sem maldade... mas cada vez mais é difícil até ter um verdadeiro amigo.

Para quem tem verdadeiros amigos, daqueles mesmo únicos agradeça e valorize, são verdadeiros presentes. Eu tenho mas poucos.

26
Out18

Diário

CÉLIA

Desafio de escrita Outubro

Dia 26

DIÁRIO

 

Várias pessoas escrevem diários e eu fui mais uma que achava emocionante escrever as minhas aventuras de adolescente. Deve haver quem escreva sempre mas eu cheguei a uma certa idade e não achava piada nenhuma. Tive um diário que foi inteirinho destruído por mim porque não queria que aquelas folhas e folhas escritas na adolescência fossem lidas. 

Foi também na minha adolescência que comecei a escrever pequenas coisas inventadas porque queria escrever um livro. Bem tentei e até tive uma máquina de escrever mas não passei de talvez meia dúzia de folhas porque enganava-me sempre e ficavam as folhas todas borradas com emendas.

Não posso dizer que o meu blogue é um diário, porque não conto nem metade do que se passa no meu dia a dia. Não gosto de espelhar a minha vida assim mas uma coisa que adoro como já disse noutro post é fotografar. Não coloco fotos na net, estão todas bem guardadas em casa para mostrar só para a família. 

Acho muito mais engraçado recordarmos a nossa vida através das fotos por isso posso dizer que os meus álbuns reais e de pen são uma espécie de diário.

 

 

25
Out18

Flores

CÉLIA

Desafio de escrita Outubro

Dia 25

FLORES

 

30708837_479881722428078_2428981789793326124_n.jpg

 

Flores da minha alma. Como adoro flores, recebo muitas vezes flores.

A minha avó tinha tantas flores junto à sua casa, eram lindas e havia rosas maravilhosas. A minha mãe sempre gostou muito de plantas em casa e eu tive uma planta linda em casa tipo palmeira que a minha gata destruiu todinha.

Hoje tenho esta da foto mas as florinhas morreram. Estou na esperança que voltem a nascer na Primavera.

Esta plantinha tive de colocá-la bem longe da minha gata que já tentou esfarrapa-la mas ainda está inteira. 

E vocês que têm gatos, as vossas plantinhas sobrevivem ou são atacadas e esfarrapadas?

 

 

25
Out18

Que saudades do sol

CÉLIA

Escureceu. Agora já não há sol

Inverno da minha alma porquê?

Para mim Outuno e Inverno é igual

Chegam dias mais tristes.

Como é difícil viver sem sol...

Os primeiros dias são sempre mais tristonhos

Depois o corpo habitua-se

Que saudades vou ter até chegar a Primavera

Entretanto faço planos, penso nas férias

Recordo o Verão passado...

Até lá voltar, vai uma grande distância

São 6 horas da tarde, não há sol...

Que coisa!!!! Já é quase noite.

Sem falar das dores que tenho.

Por outro lado, 

Inverno é Natal

Inverno é festa de ANO NOVO

Inverno é castanhas assadas

Inverno é engordar

Inverno é chuva e temporais

Inverno é gripes e narizes a pingar

Por vezes aparece o sol mas pouco 

Mas pensem assim...

o tempo passa rápido

viajar no Inverno é mais barato

e o sol vai espreitando, dando o ar da sua graça.

Entretanto, bem enroladinhos, bebam muitos cházinhos quentes, junto às lareiras.

 

24
Out18

Peluche

CÉLIA

Desafio de escrita Outubro

Dia 24

PELUCHE

 

De todos os brinquedos de infância ficaram na minha casa, apenas alguns peluches. Não guardo muita coisa em casa, não gosto de acumular coisas na minha vida. Tenho um quarto pequeno com as minhas coisas e do meu marido, é um pequeno escritório com livros, cds, fotografias, material de pintura e toda a documentação que se tem de guardar.

Numa das prateleiras estão ali os peluches pequeninos que têm 30 e tal anos. Adoro o pequeno tigre. Estes vão ficar até eu dar a alguém, quem sabe. 

São as minhas lembranças de infância, cheias de cor e bem engraçadas. 

Pág. 1/5

Mais sobre mim

foto do autor

Blogs Portugal

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Arquivo

    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2016
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D